NOTA PÚBLICA: Teatro Imaginário Maracangalha. OCUPA IPHAN-MS.

MaracangalhaNOTA PÚBLICA

O Teatro Imaginário Maracangalha, coletivo integrante do Movimento Ocupa IPHAN MS composto por movimentos sociais e trabalhadores da cultura que luta contra a privatização da Cultura, do SUS, da Educação Pública, da Reforma da Previdência e o desmonte da democracia brasileira implementada pelo presidente da república interino, Michel Temer.

Desde o início da ocupação dialogamos com os trabalhadores do IPHAN-MS, em Campo Grande, já que somos pesquisadores da cultura popular e do patrimônio material e imaterial, que fazem parte do conteúdo e forma de nosso repertório de espetáculos e intervenções reconhecidas nacionalmente pela sua qualidade estética e de acesso livre a toda população.

Procuramos identificar pontos comuns para fortalecimento e acesso das referências culturais produzidas pelo IPHAN, até porque essa instituição é quase invisível, assim como, a maioria das instituições de produção de conhecimento no país, deixando nítido o desinteresse do poder público em acessar de fato informação cultural à população.

Nesse contexto da ocupação tivemos a honra de desenvolvermos diálogos e trocas com vários segmentos organizados da população campo-grandense: indígenas, mulheres, negros, LGBT, estudantes, professores, catadores, crianças e adolescentes, pesquisadores, cultura popular, artistas e a comunidade dos ferroviários.

Infelizmente a superintendência do IPHAN não participou de nada, ignorando o seu papel institucional acerca do conhecimentos culturais e artísticos produzidos pelos manifestantes e sociedade envolvente.

Perderam a oportunidade única de se relacionar diretamente com o público e população campo-grandense.

Vale destacar que a Superintendência do IPHAN oprimiu os demais servidores da instituição, que amorosamente nos receberam, de participarem desse espaço histórico de trocas e construção democrática.

Pela primeira vez criou-se em Campo Grande um espaço de interlocução tão diverso, amoroso e harmônico, um grande encontro de trocas de experiências artísticas e fortalecimento de luta por um mundo digno, sem mordaças e opressão.

Repudiamos veementemente a ação de reintegração de posse imposta por esse desgoverno interino e fascista que autoriza em sua liminar o uso da força contra os ocupantes.

Repudiamos os seus representantes imorais, mascarados e hipócritas que se utilizam de seus cargos de chefia e representação para oprimirem trabalhadores e impedirem a população de terem legítimo acesso à cultura e conhecimento.

Repudiamos as calúnias e difamações produzidas unilateralmente e reproduzidas pela mídia e seus profissionais vendidos e manipulados por políticos corruptos e omissos.

Saímos de cabeça erguida, dignos e fortalecidos a continuar lutando e construindo um mundo sem fronteiras, livre, justo, poético, criativo e que será herdado pelos que virão depois.

Cortaram mais uma árvore, mas não cortaram as raízes que voltam a brotar e a produzir sementes e frutos. Se não nos deixaram sonhar, não os deixaremos dormir em paz!

Na certeza de que arte seja coletiva e para todos continuamos cantando, amando, cortejando a cidade e a vida. Gratidão imensa a todas e todos que resistiram 38 dias, aprendemos muito…

Viva a ousadia, viva a liberdade, viva o encontro dos que sonham em paz e sem medo. Seguimos em frente…

Avante!

Ocupa tudo mesmo!!!

Essa cidade é nossa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Teatro Imaginário Maracangalha.

Campo Grande, MS, 27 de junho de 2016.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s